Smart Home: aumenta o consumo durante a pandemia

Em vários países, o consumo de itens de automação residencial aumentou expressivamente durante a pandemia. É o que revela pesquisa divulgada pela consultoria ABI Research, comparando dados dos últimos meses com os de 2019.

A estimativa é de que, ao final do ano, os gastos com produtos para Smart Home em todo o mundo terão aumentado 4% em relação ao ano passado, atingindo a marca de US$ 85 bilhões. No entanto, esse valor ainda é inferior ao que se previa no começo do ano, antes da COVID-19, quando se estimava expansão de 21% chegando a US$ 99 milhões.

Segundo a ABI, vários fatores influíram nesse resultado: incertezas econômicas, restrições ao consumo em lojas físicas, dificuldade para visitas técnicas nas residências, interrupção no fornecimento de peças e na entrega dos produtos. Porém, os pesquisadores informaram que a maior parte desses problemas já está sendo superada.

“Smart Home já tem um valor considerável para as pessoas e será cada vez mais importante em seus hábitos de consumo”, explica Jonathan Collins, diretor de pesquisas da ABI. “Da mesma forma que a COVID impactou as vendas este ano, a longo prazo essa experiência servirá para alavancar o mercado de automação”.

Clique aqui para se atualizar sobre as novidades em Casa Inteligente.

FONTE: ABI Research

Temas relacionados:

Condicionador AAT permite controle pela internet ou automação

Kits básicos podem ser entrada para automação em casa

Indústria eletrônica diz que empregos já estão crescendo

E-commerce só cresce. E as armadilhas também.

COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: