Indústria eletrônica diz que empregos já estão crescendo

As indústrias do setor eletroeletrônico aumentaram em 4.500 o número de vagas no mês de julho, chegando ao total de 232.600 postos de trabalho. A informação é da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), manifestando otimismo com a recuperação econômica do país. O número é o saldo entre trabalhadores contratados e dispensados, mantendo a tendência de alta registrada em junho.

“O pior já passou”, comentou o presidente da Abinee, Humberto Barbato, lembrando que os indicadores do setor vêm tendo crescimento consistente. Abril e maio foram os dois piores meses para a indústria, que além da queda nas vendas enfrentou problemas de abastecimento dos insumos que são importados principalmente da China.

Segundo o levantamento, o número de profissionais em atividade em julho ainda era inferior ao registrado no mesmo mês de 2019 (237.200) e também mais baixo que no final do ano (234.500). No entanto, Barbato se diz otimista porque a recuperação está ocorrendo mesmo com o comércio ainda sem operar em horário integral e com os consumidores receosos. “Acreditamos que em mais 60 dias recuperaremos os níveis de emprego anteriores à pandemia”.

Ainda segundo a Abinee, o número de contratações em julho (9.300) foi maior que o do mês anterior (6.000), enquanto o número de dispensas manteve-se praticamente o mesmo.

FONTE: Abinee

COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: