Processador McIntosh oferece som imersivo em até 15.1 canais

Proporcionar experiência de áudio imersivo inigualável em sistemas domésticos de luxo. Essa é a proposta da McIntosh ao oferecer o processador A/V MX170, de 15.1 canais, projetado seguindo a tradição de design e construção balanceada da marca americana com mais de 70 anos de história.

Sucessor do MX160, o novo modelo (distribuído no Brasil pela Audiogene) processa trilhas em Dolby Atmos, DTS:X e Auro-3D, que cria um campo sonoro espacial sobre trilhas de som surround convencional; e ainda traz a tecnologia IMAX Enhanced.

Para receber fontes de áudio, possui dezenas de entradas, entre digitais e analógicas – incluindo de toca-discos (PHONO) –, além de suportar reprodução de formatos de alta resolução, como DSD 128 e ALAC 192kHz.

O MX170 opera com 15.1 canais, mas quatro desses terminais (XLR ou RCA) podem ser configurados para bi-amplificar caixas tipo torre ou usar com quatro subwoofers. Já o recurso RoomPerfect ajusta o áudio de acordo com acústica da sala, para otimizar a resposta de frequências.

Nas conexões, vem com oito entradas e quatro saídas HDMI, compatíveis com padrões eARC, HDR10 e Dolby Vision. Um diferencial é a conexão HDBaseT, que previne a degradação do sinal 4K em longas distâncias.

FONTE: revista HOME THEATER & CASA DIGITAL

Temas relacionados:

Já no Brasil processador McIntosh que se integra à automação
McIntosh comemora 70 anos com lançamentos em séries limitadas
Marca francesa chega ao Brasil com processadores de 16 e 32 canais!
Yamaha traz processador Dolby Atmos de 13 canais

COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: