Vendas de fones de ouvido sem fio cresceram 223% no primeiro trimestre

Mesmo com estagnação nos mercados americano, japonês e europeu, as vendas mundiais de fones de ouvido tiveram forte alta nos primeiro três meses do ano. É o que revela pesquisa da consultoria britânica Futuresource, que analisa regularmente o desempenho da indústria eletrônica. O levantamento mostra crescimento de 223% em unidades vendidas entre janeiro e março, comparadas ao mesmo período do ano passado; em faturamento, o aumento foi de 188%.

Segundo Adriana Blanco, coordenadora da pesquisa, o setor de fones como um todo registrou expansão de 9% nas vendas por unidade, mas o mais impressionante foi o crescimento das vendas em dólar (43%), somando US$ 5,9 bilhões apenas no primeiro trimestre de 2019. Os fones sem fio dispararam na preferência dos consumidores em todo o mundo, especialmente nas linhas premium. “E aumentou a demanda pelos modelos com cancelamento de ruído”, afirma Blanco, citando Sony e Bose como as marcas que mais ganharam espaço.

Os modelos sem fio representaram 57% de todas as vendas de fones, e 85% do faturamento total dos fabricantes, com Sony, Apple e JBL na liderança em volume de unidades vendidas. Em receitas, a Apple vem à frente, seguida por Sony e Beats; as três marcas respondem por 50% dos dólares comercializados nos três primeiros meses do ano.

Ainda segundo a Futuresource, a Holanda foi o país que registrou maior crescimento (46%), mas o gigantesco mercado chinês, com 43%, foi o que trouxe maior impacto para a indústria. Duas marcas chinesas – Huawei e Xiaomi – dominam o mercado asiático. EUA, Canadá, Japão e Europa Ocidental registraram vendas nos mesmos níveis de 2018, enquanto Rússia, Índia, Europa Oriental e Ásia (fora China) tiveram números altos.

Para ver mais detalhes sobre a pesquisa, visite www.futuresource-consulting.com.

Temas relacionados:

Fones sem fio da Sony são atualizados para Alexa e Google Assistente

 
 
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram
LINKEDIN

htbest