Pandemia faz crescer demanda por áudio premium

Produtos de valor mais alto e com melhor desempenho de áudio estão sendo mais procurados, nos principais mercados globais, desde a implantação das medidas de isolamento social. É o que revelam duas pesquisas que acabam de ser divulgadas pela consultoria britânica Futuresource, baseadas em dados dos fabricantes nos países com maior mercado consumidor.

Os estudos citam aparelhos como os fones de ouvido sem fio AirPod Pro, da Apple, e WH-1000XM, da Sony, com cancelamento ativo de ruídos externos; e as soundbars com processamento Dolby Atmos e DTS:X, na faixa acima de US$ 1.000, como exemplos dessa tendência. São produtos mais caros que a concorrência e, no entanto, tiveram maior procura no ano passado em comparação com 2019.

A pesquisa Home Audio Report, da Futuresource, indica que grande parte dos consumidores, passando mais tempo em casa, têm buscado melhores opções de entretenimento doméstico, tanto em áudio quanto vídeo. Já no primeiro trimestre de 2020, as vendas mundiais de soundbars com processamento de áudio mais sofisticado subiram 32% sobre o ano anterior.

Segundo os pesquisadores, o dinheiro que normalmente seria usado em viagens e lazer fora de casa foi revertido na compra de caixas acústicas, amplificadores e até toca-discos de vinil – que tiveram até aumentos de preço ao longo do ano passado. No caso do vinil, a Futuresource também divulgou a pesquisa Luxury Audio Report, revelando que os players com valor acima de US$ 5.000 tiveram aumento de 15% nas vendas, comparando com 2019.

A consultoria prevê que essas tendências devem continuar em 2021, já que as políticas de lockdown não deverão ser reduzidas tão cedo. Além disso, boa parte dos consumidores está propensa a permanecer  trabalhando em home office mesmo após a pandemia.

FONTE: Futuresource

Temas relacionados:

Nova soundbar da JBL usa Alexa em áudio multiroom

Audiogene relança no Brasil as caixas acústicas Paradigm

Como funciona o áudio imersivo nas TVs 2020

Segmento de áudio teve poucos produtos na CES 2021

COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: