B&W aprimora design e materiais em nova série de caixas hi-end

A Bowers & Wilkins acaba de lançar a série 700 S2 de caixas acústicas, no lugar da linha CM S2, oferecendo oito modelos: três de estilo torre (702 S2, 703 S2 e 704 S2), três bookshelf (705 S2, 706 S2 e 707 S2) e duas central (HTM71 e HTM72). A empresa inglesa decidiu ressurgir com a bem-sucedida série 700, lançada em 2003, porém hoje em uma versão inteiramente aprimorada, tanto em design como de materiais.

O tweeter é o Carbon Dome de 1”, superior em pureza ao duplo domo de alumínio, como o usado na agora extinta série CM S2. Segundo o fabricante, o novo domo de carbono alcança 28kHz (±3dB). Nos modelos 702 S2 e 705 S2 esse tweeter vem alojado num bloco rígido de alumínio, mas isolado separadamente na parte superior da caixa, evitando ressonâncias com os demais falantes.

Em vez do famoso kevlar amarelo, o cone do midrange passa a ser o Continuum, de materiais compostos, desenvolvido originalmente para a série 800 D3, que propicia mais transparência. Nas torres, esse driver é desacoplado do gabinete, a fim de reduzir colorações. Também da série top, veio o woofer Aerofoil de material de núcleo sintático e microbolhas, sendo mais leve e rígido para entregar graves impactantes e precisos.

A 702 S2 tem crossover de três vias, que rege tweeter (no topo), midrange de 6”, além de três woofers de 3,5” com respostas de 45Hz (±3dB) e de 28Hz (-6dB); tudo em um gabinete de 108cm de altura. E graças a uma sensibilidade de 90dB, a principal torre da linha trabalha com amplificação a partir de 30W, podendo admitir até 300W. Todos os modelos estão disponíveis nos acabamentos rosenut, preto piano de alto brilho (gloss black) e branco cetim (satin white).

Fonte: revista HOME THEATER & CASA DIGITAL / Som Maior

COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: