Tela de projeção (150”) permite maior brilho e contraste até de dia!

Quem procura uma tela diferenciada, seja na montagem ou no tipo de película, acaba de chegar ao mercado nacional a Screen Innovations. A empresa americana – representada no Brasil pela distribuidora AV Group – tem somente 13 anos de vida, mas já é dona de patentes importantes, para os segmentos residencial e comercial, incluindo diferentes tipos de materiais. É o caso da Black Diamond, carro-chefe da marca, capaz de rejeitar até 85% da luz ambiente em planos horizontal e vertical, mantendo amplo ângulo de visão.

Esta película especial, além disso, restringe a dispersão de luz criada pelo projetor, para evitar distorções de cores criadas por reflexões nas paredes, teto, móveis ou objetos que normalmente voltam para a imagem – a menos que a sala seja dedicada com paredes totalmente pintadas em preto fosco. Ainda segundo o fabricante, é possível desfrutar de filmes e jogos com todas as luzes acesas, sem prejudicar a qualidade de brilho, contraste e cores reproduzidas pelo projetor.

Disponível em tonalidades branca, cinza e negra (para nível de preto mais intenso), a Black Diamond é encontrada em diferentes formatos wide, como 16:9, 16:10, 2.35:1 e 2.40:1, inerentes a três linhas de instalação fixa em tamanhos variáveis até 150”. A 7 Zero-Edge é a uma delas com desenho avançado de borda mínima e a possibilidade de montagem de circuito de leds (opcional) na parte posterior, a fim de passar a impressão de um belo (e grande) TV de última geração.

Dentro da gama de telas fixas, a Transformer também é destaque, ao mostrar múltiplos aspectos de formatos sem as barras horizontais e verticais, valorizando imagens de cinema de até 255”. Para quem prefere um modelo discreto, a Zero-G (até 160”) é uma motorizada suspensa do seu case por meio de cabos ultrafinos, que podem ter cores combinando com as paredes da sala e passar a ideia de imagem levitando. Traz limitador de altura via sensores ópticos e componentes removíveis, para fácil instalação e manutenção.

Fonte: revista HOME THEATER & CASA DIGITAL

Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram
LINKEDIN

htbest

%d blogueiros gostam disto: