Processador surround hi-end inclui Dolby Atmos e Auro-3D

process2Reconhecida como uma marca icônica por produzir amplificadores valvulados, transistorizados e com circuitos balanceados, a McIntosh também oferece pré-amplificadores e processadores surround seguindo a mesma filosofia de construção, aliada ao visual clássico tradicional dos produtos da empresa. Diferente dos modelos lançados no Brasil em 2014 pela distribuidora Audiogene, o novo processador MX160 reúne os badalados decodificadores Dolby Atmos e Auro-3D, que criam uma experiência sonora tridimensional baseada em objetos individuais.

Um avançado software para correção de sala, afirma o fabricante, aprimora a reprodução ao ajustar o áudio e acordo com as particularidades de acústica do ambiente. A topologia balanceada inibe interferências e resulta em um som mais limpo, livre de ruídos. Motivos esses que levam a McIntosh a continuar investindo em tomadas pré-amplificadas balanceadas de 11.1 canais, ou 7.1.4, e mais quatro saídas auxiliares customizáveis ao uso em configurações de bi-amplificação ou em cinemas com múltiplos subwoofers.

Além de terminais para áudio analógico e digital, como óptico, coaxial e XLR, o MX160 inclui USB compatível com formatos de 192kHz por 24 bits. Entre as 12 tomadas HDMI 2.0a, há oito entradas e quatro saídas com suporte às tecnologias HDCP 2.2 e upconversion 4K. E ainda uma conexão HDBaseT, cuja transmissão em longas distâncias de áudio multicanal HD e vídeo 4K, através de cabo de rede, ocorrem sem compressão e degradação dos sinais. Um conector ethernet, para controle via IP (automação) e atualização de firmware, também está presente.

Fonte: redação HOME THEATER & CASA DIGITAL / Audiogene

Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram
LINKEDIN

htbest

%d blogueiros gostam disto: