Fabricantes advertem sobre TVs 4K falsos

476392Entidades que representam fabricantes de displays na Europa e na Ásia divulgaram comunicados neste final de semana, advertindo os consumidores sobre a distribuição de televisores 4K falsos.

A denúncia é de que alguns fabricantes, especialmente na China, está produzindo e vendendo aparelhos com pixels de pior qualidade, mas usando o logotipo “4K Ultra HD”. Essa identificação, oficialmente, é restrita às empresas que integram a UHD Alliance, consórcio internacional que determina as normas de fabricação dos produtos.

A CCEA (Chinese Consumer Electronics Association) informou que está alertando os consumidores do país sobre a existência de TVs “muito baratos”, que não preenchem os requisitos mínimos da indústria. A entidade encontrou modelos com preço até 80% inferior à média do mercado local. “Entre eles, há muitos TVs falsos”, diz um comunicado.

Na Alemanha, a VDE, entidade que reúne os fabricantes do país, também informou ter feito testes com TVs UHD de baixo custo, descobrindo que eles não atendem as especificações da UHD Alliance. Esta exige que os TVs reproduzam integralmente a resolução de 3.840 x 2.160 pixels; que sejam capazes de captar tanto sinais das emissoras quanto da internet; que possuam pelo menos uma entrada HDMI com código anticópia (HDCP); e que essa entrada seja da versão 2.0 com decodificador HEVC.

Ainda segundo as duas entidades, há televisores sendo vendidos como Ultra HD, mas que na verdade oferecem resolução “3K” (menos de 3.000 pixels, em vez de 3.840). Não foram divulgadas as marcas desses modelos.

FONTE: Korea Times