Teste: amplificador compacto Russound para streaming e multiroom

POR EQUIPE HOME THEATER & CASA DIGITAL*

Um amplificador integrado compacto com potência de 50Wx2, que reproduz músicas por streaming, inclusive sem fio, e pode ser utilizado em áudio estéreo ou som ambiente. Esse é o MBX-AMP, da americana Russound, empresa com tradição em soluções multiroom desde 1967.

O MBX-AMP traz amplificador Classe D e pré com conversor DAC de 192kHz/24 bits. Inclui ainda player digital com chip de 2 núcleos para reprodução de arquivos FLAC e WAV, funções de streaming com aplicativo de controle e acesso aos principais serviços na internet. Tudo isso dentro de um pequeno módulo que pode caber em qualquer móvel.

A linha MBX Streaming Audio Solutions da Russound possui também uma versão light (MBX-PRE), sem amplificador e desenhado para uso com os controladores multizonas da marca. No visual minimalista do MBX, há poucas teclas e nenhum visor informativo, apenas um led que alterna entre vermelho, verde e azul, dependendo do tipo de reprodução.

Wireless

Terminais de caixas de ótima qualidade e saída para subwoofer ativo com contatos banhados a ouro

A entrada LAN será dispensável se o usuário conectar o MBX-AMP à rede através do seu Wi-Fi dual-band (n e ac) ou transmitir músicas por celular ou tablet via Apple AirPlay ou Bluetooth. Uma atualização recente permitiu que o aparelho também aceitasse streaming via protocolo Chromecast, tornando-o ainda mais versátil.

O amplificador MBX pode ser comandado por um controle IR (opcional) ou por IP. Neste caso, é possível fazê-lo com um painel touchscreen de parede Russound XTS Plus (opcional), pelo computador, sistema de automação, aplicativo, Assistente Google ou Alexa; a versão testada ainda aguardava atualização para controles via assistentes de voz.

Russound touchscreen XTS Plus

Na traseira, esse integrado compacto surpreende pelos terminais rosqueáveis de ótima qualidade e saída de subwoofer ativo – todos com contatos banhados a ouro. As entradas e saídas óptica e P2 possibilitam receber fontes externas, como TV ou videogame, e transmitir o sinal de streaming a uma soundbar ou amplificador mais robusto.

Uma entrada USB aceita pen-drive ou disco rígido contendo arquivos gravados nos principais formatos de áudio. Apesar do fabricante não oferecer controle remoto, a entrada para emissor IR (incluso na embalagem) favorece comandos de volume e mute do amplificador a partir do controle remoto da TV, se estiver conectada ao aparelho.

Configuração e comandos por app

My Russound App: controle do amplificador e acesso a serviços de streaming

O aplicativo MyRussound viabiliza a instalação do MBX-AMP na rede doméstica, graças a um assistente de configuração voltado para o integrador. Explica-se: a Russound não oferece produtos diretamente ao consumidor; somente revendas autorizadas da distribuidora Som Maior podem se cadastrar no programa Russound Certified Installer (RCI).

Após a configuração, foi necessário digitar uma senha de desbloqueio do MBX-AMP para finalmente começarmos a ouvir música sem interrupção nem mensagem de alerta. O app traz ajustes de graves, agudos, opções para distribuição de sinal (quando conectado a um sistema multiroom), chaveamento de conexões e suporte a Spotify, Tidal, Deezer e vTuner.

Avaliação 

Foram quatro meses de testes com o MBX-AMP, usando como fonte uma smart TV, um videogame e serviços de streaming. Fácil de instalar, configurar e usar, pode ser transportado para uso em qualquer ambiente. Com o serviço Tidal cadastrado no app da Russound, o amplificador, os graves soaram mais naturais, e não realçados como no Spotify.

Por outro lado, falhas na recepção das músicas algumas vezes aconteciam na recepção de músicas com qualidade HiFi. Situação bem diferente ocorreu com o Spotify, que reproduziu sempre rápido e continuamente, especialmente quando acionávamos o MBX-AMP via protocolo Spotify Connect, no próprio app do serviço.

Amplificador Classe D

Desenvolvido pela Texas Instruments, o amplificador interno Classe D é cercado por dissipadores de alumínio, apresentando operação surpreendentemente fria e um mínimo de ruídos. Funcionou bem o “circuito automático de clip suave”, patente da Russound para uso no volume máximo sem distorções nem danos ao amplificador ou os falantes.

No geral, o MBX-AMP entregou energia suficiente para tocar um par de caixas bookshelf de 88dB (B&W 606/veja o teste completo da nova Série 600), inclusive nas frequências abaixo de 80Hz. Na maior parte do tempo, preferimos usar um subwoofer ativo (B&W ASW610XP), para que os graves preenchessem melhor nossa sala.

O amplificador traz filtro fixado em 80Hz, mas o usuário pode regular o sinal abaixo disso no próprio crossover do subwoofer. Com os graves do sub ajustados para tocar abaixo de 40Hz, ficou mais fácil avaliar o som preciso do MBX-AMP. A frase “tamanho não é documento” se aplica perfeitamente neste caso.

Ficha Técnica

Potência: 50Wx2 a 8 ohms, 70W a 4 ohms
Wireless: Wi-Fi, Chromecast, AirPlay, Bluetooth
Dimensões (LxAxP): 21×4,5×17,8cm
Peso: 680g
Preço sugerido: R$ 6.900
Distribuidor no Brasil: Som Maior

* Teste realizado pela equipe da revista HOME THEATER & CASA DIGITAL – sob coordenação de Alex dos Santos – e originalmente publicado na edição de fevereiro (#285); para ver a versão digital em seu Android ou iOS, inclusive da edição atual, clique aqui.

COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: