Novos formatos de TVs foram destaque na IFA 2019

Embora não tenha hoje a mesma repercussão de outros tempos, a IFA continua sendo a maior feira europeia de eletrônicos de consumo. Atrai para Berlim quase todas as grandes marcas presentes no continente e, em muitos casos, serve de palco para testes de aceitação das inovações, muitas delas vindas da China.

Foi o caso dos TVs este ano. A qualidade de imagem ficou até em segundo plano, diante do apelo do design. Com o padrão 4K HDR tomando conta do mercado, o que boa parte dos especialistas notou é que a performance dos TVs chegou a um nível difícil de aprimorar. Isso talvez aconteça quando houver mais modelos 8K, mas não se sabe quanto tempo irá levar.

Já no quesito design os fabricantes estão se esmerando. TVs transparentes, arredondados, finos como uma folha de papel, com tela dupla, diferentes tipos de backlight, com suporte giratório… a variedade foi um dos destaques na feira. A indústria parece ter chegado à conclusão de que o visual do TV, e não propriamente a imagem que exibe, passa a ser o diferencial para chamar a atenção dos consumidores.

Curiosamente: a IFA 2019 marcou a estreia em terras europeias de uma categoria de TVs que o público brasileiro já conhece desde o ano passado. Foi a linha The Frame, da Samsung, agora com painel QLED, que vem com moldura imitando quadro para ser pendurado na parede; com o TV desligado, o usuário pode baixar  imagens de pinturas ou fotografias colhidas em museus e galerias de arte para “decorar” a sua sala. Aqui, mais detalhes sobre essa inovação.

A seguir, alguns dos TVs com design mais original exibidos na IFA 2019:
Sharp 8K+5G – Foi o maior TV do evento, com impressionantes 120 polegadas. Além do tamanho, chamou atenção pelas demonstrações em resolução 8K usando conexão 5G, que está sendo introduzida este ano na Europa. Ainda não há previsão de lançamento comercial do aparelho.
Bang & Olufsen Harmony – Quando se fala em design, os dinamarques da B&O são sempre lembrados. Este TV OLED 4K de 65”, painel fabricado pela LG, tem o diferencial de vir com suporte metálico sobre o qual se apoia a estrutura de madeira onde estão duas caixas acústicas; seus falantes dispersam o som pelo ambiente.
TCL X Series – Em versões de 65”, 75” e 85”, este é o novo TV 8K da marca chinesa. Além da soundbar Onkyo, destaque no alto da tela para a microcâmera retrátil, ideal para chamadas de vídeo. Outro diferencial é que o TV pode reproduzir imagens em realidade aumentada.
Samsung Serif – Já havia saído em alguns países esta versão retrô, mas agora chega em painel QLED 4K. Visto de lado, passa a impressão de uma peça de mobiliário. Pode ser montado num móvel ou no suporte de pernas finais que o acompanha.
Changhong Double Screen – A fabricante chinesa fornece para várias marcas, mas este ano resolveu mostrar mais produtos próprios. Um deles foi este TV com tela dupla, indicado para espaços comerciais ou residências em que o TV atende dois ambientes.
LG OLED 8K – Com 88”, este deve ser o maior TV OLED lançado até hoje; foi exibido também na CEDIA (EUA), em setembro, e está previsto para chegar ao mercado americano ainda este ano. A fabricante coreana abriu nova polêmica nas especificações desse produto (veja aqui).
Panasonic MegaCon – Outra polêmica veio com o MegaCon, novo TV Panasonic LED-LCD de 55”, que divulga a inédita taxa de contraste de 1.000.000:1. A empresa não informou como obteve essa medição (detalhes neste post).
Konka OLED V1 – Ganhou um dos prêmios de design na IFA este protótipo da fabricante chinesa que vem crescendo em mercados emergentes como África e Oriente Médio. O complexo suporte metálico sustenta também duas caixas acústicas (com subwoofer embutido) que espalham som em 360o.
Hisense Arc – Outra chinesa que vem se expandindo (já é a quinta marca de TVs nos EUA) exibiu este ousado projeto de TV com gabinete arredondado nos cantos. Chamou atenção, mas por enquanto é apenas uma ideia.
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram
LINKEDIN

htbest