Cronograma da TV Digital sofre novo atraso

Somente duas cidades, Brasilia (DF) e Rio Verde (GO) conseguirão efetivar o desligamento dos transmissores de TV analógica este ano; as demais, inclusive São Paulo e Rio de Janeiro, só poderão fazê-lo a partir de 2018. As datas fazem parte do novo cronograma do switch-off, processado de implantação da TV Digital no país, que deveria ter sido iniciado em novembro última mas vem sofrendo seguidos atrasos.

Gired  grupo que reúne diversas empresas e foi incumbido de gerenciar os procedimentos do switch-off, aprovou na semana passada uma proposta de revisão dos prazos. Os atuais canais de TV UHF, que ocupam a faixa de 700MHz, serão desligados e essas frequências servirão para implantar novas redes de celular 4G. As emissoras de TV que hoje transmitem sinal analógico nessa faixa terão de desligar seus transmissores e substituí-los por modelos digitais.

O cronograma anterior previa que, em maio próximo, se encerraria o processo de desligamento em São Paulo, continuando nas outras grandes regiões metropolitanas ao longo deste ano. Mas o projeto-piloto, na cidade de Rio Verde, não deu certo: a maioria das residências ali não possuem receptor de TV Digital. Assim, todo o calendário teve que ser alterado.

A ideia do Gired é fazer este ano apenas a transição em Brasilia e Rio Verde; nas regiões onde há maior congestionamento da rede celular, o switch-off está previsto agora para ser concluído em 2018. Isso inclui aproximadamente 1.000 cidades, onde o governo garante distribuir receptores gratuitos a uma parte da população. Mesmo assim, as emissoras abertas relutam em aceitar o novo cronograma, com receio de que muitos fiquem sem receber o sinal digital.
FONTE: Converge.com
COMPARTILHE COM SEUS CONTATOS: